Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

A doença mal de Parkinson tem cura?

Avalie este Post

Provavelmente você quer se a doença de mal de Parkinson tem cura? E a resposta é não. Ela é uma doença crônica e até não descobriram uma cura definitiva  para ela, porém existem tratamentos que retardam o seu avanço. Para você entender melhor continue lendo.

O que é mal de Parkinson

É uma doença degenerativa que afeta todo o sistema neurológico do cérebro. Os seus distúrbios nervosos são mais comuns em pessoas idosas, ela é caracterizada com uma doença que prejudica a coordenação motora dos das pessoas provocando dificuldades para andar e caminhar, tremores e dificuldade para falar e escrever.

A doença de mal de Parkinson tem cura?

A doença não tem cura, pois ainda não foram criados medicamentos que consigam curar ou pelo menos evitar a degeneração das células nervosas. No entanto, os tratamentos combatem apenas os sintomas e o avanço da doença, permitindo assim que os pacientes tenham uma qualidade de vida longa mesmo estando sofrendo com a doença.

Tratamentos para mal de Parkinson

A doença mal de Parkinson tem cura?

Como a doença não tem cura o principal objetivo do tratamento é controlar o avanço dos sintomas. Ele é feito a base de medicamentos, porém em alguns casos por ser necessário uma cirurgia.

Além disso, o médico poderá solicitar mudanças no estilo de vida do paciente, entre as mudanças a inclusão de atividades físicas. Em alguns casos poderá ser necessária a terapia física para ajudar a melhorar o senso de equilíbrio da pessoa.

O uso de medicamentos

Os medicamentos que são usados ajudam a melhorar o andar, os movimentos e os tremores das pessoas, além de aumentar a quantidade de dopamina no cérebro. No entanto, os medicamentos podem promover uma melhora significativa no começo do tratamento.

Porém, com o passar do tempo os seus benefícios diminuem ou ficam menos consistentes, mesmo que eles são controlados em alguns sintomas. Só o médico pode indicar qual é o medicamento e a dosagem correta para cada caso.

No entanto, é importante seguir todas as orientações e não interromper o uso dos medicamentos sem antes consultar o seu médico. 

A cirurgia

A cirurgia não acontece com frequência, ela é apenas uma opção quando a doença está mais séria e os medicamentos não fazem mais efeito. Porém é importante deixar claro que a cirurgia não cura a doença, mas ajudar o paciente a fazer a estimulação profunda do cérebro, onde o médico responsável pela a cirurgia faz a implementação de estimuladores elétricos em determinadas áreas do cérebro.

LEIA TAMBÉM:Sintomas da Doença de Parkinson

Conclusão

Por falta de informações a respeito da doença muitas pessoas acabando pensando que a doença de mal de Parkinson de tem cura. Ela é uma doença crônica que afeta grande parte das pessoas idosas, mas com ajuda do tratamento elas conseguem manter a sua qualidade de vida.

  • Yum