Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Remédios para mal de Parkinson

Remédios para mal de Parkinson
5 (100%) 11 de Votos

Os remedios para mal de Parkinson são utilizados no tratamento da doença para ajuda a melhorar a qualidade de vida de mais de 200 mil pessoas que são portadoras da doença no Brasil.

A doença de Parkinson de acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) atingiu 1% da população mundial acima dos 60 anos, a doença é caracterizada por provocar alterações motoras nos pacientes, normalmente ela provoca tremor, alteração na postura, depressão, mudança no sono e no sistema nervoso e comprometimento da memória do portador da doença.

A sua evolução é lenta e variável para cada caso, portanto é importante tomar os remédios para retardar o seu avanço. Esses medicamentos são disponibilizados pelo o SUS.

Remédios para mal de Parkinson

Quais são os remédios para mal de Parkinson

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece alguns medicamentos para o tratamento da doença, são eles: Pramipexol, Entacapona, Bromocriptina, Amantadina, Triexifenidil, Selegilina, Tolcapona.

Além desses medicamentos existem outros que são disponibilizados pelo o Programa de Farmácia Popular, são eles o Levodopa +Cardiodopa e Biperideno eles podem ser encontrados com 90% de desconto.

No entanto, entre os medicamentos existentes o mais indicado no tratamento é o Levodopa, pois ajuda a suprir a necessidade de dopamina no cérebro. É importante salientar que qualquer um dos remédios para mal de Parkinson só deve ser utilizado com recomendação médica.

leia também: Principais Sintomas do Mal de Parkinson

Como é feito o tratamento da doença

O tratamento da doença é feito através desses medicamentos, mas o médico também irá recomendar fisioterapia e outros tratamentos como:

Cirurgia

Em alguns casos a cirurgia pode ser benéfica para o paciente através dela os problemas como a lentidão dos movimentos e a rigidez muscular podem diminuir.

No entanto, nem todos os pacientes podem passar por uma cirurgia, para isso é necessário ter acompanhamento médico. 

Fisioterapia

Neste procedimento a pessoa portadora de Parkinson irá passar por uma reeducação e manutenção de atividades físicas, que são importantes para melhorar os problemas que são apresentados pela a doença. Sem a fisioterapia os músculos do paciente podem atrofiar ou até mesmo diminuir.

Terapia ocupacional

A terapia ocupacional é um procedimento onde o paciente é orientado pelo o médico especializado, como deve fazer para facilitar as atividades do dia a dia.

Fonoaudiologia

Por conta das alterações que são provocadas pela a doença alguns pacientes podem ter problemas na fala, por conta da falta de coordenação e redução dos músculos.

Neste caso, a fonoaudiologia ajuda a melhorar a fala do paciente que foi prejudicada.

Terapia psicológica

90% dos casos das pessoas que são portadores de Parkinson sofrem com algum transtorno psicológico, por exemplo, ansiedade, humor ou depressão esses problemas influenciam bastante na qualidade de vida do paciente, portanto, é importante que ele tenha acompanhamento psicológico.

Conclusão

Os remédios para mal de Parkinson que você acabou de observar são importantes no tratamento da doença, porém ele só devem ser usados com indicação médica para que o paciente tome a dosagem correta, pois a automedicação pode agravar os estado do paciente.

  • Yum