Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson

Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson
5 (100%) 3 de Votos

Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson:  Atividades garantem mais qualidade de vida ao paciente

Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson

Normalmente quando falamos de Doença de Parkinson ou no Mal de Parkinson, é muito comum vir em mente, a imagem de vários tremores e as mãos inquietas.

Um dos principais ícones da doença é de fato os tremores. Pois é um dos principais estigmas da doença de Parkinson. Doença esta que até hoje está sem Cura e que afeta milhões de pessoas no mundo.

Mas quem tem mal de Parkinson sofre de uma série de Sintomas além dos Tremores, tais como podemos citar alguns:

  • Rigidez Muscular,
  • Lentidão,
  • Desequilíbrio,
  • Alterações no Sono
  • Síndromes do Sono e até na
    • Alterações na Voz.

Mas, um acompanhamento Profissional Correto, bem realizado e provindo de bons hábitos, o paciente pode conviver  de forma mais harmoniosa e melhor com a doença. Hábitos como fazer

  • Atividade Física Direcionada,
  • Cantar,
  • Ler Livros
    • Ler Revistas
      Ler Gibis e
  • Ver Filmes,
  • por exemplo,

ajudam a frear e a retardar os sintomas comuns e trazem mais qualidade de vida em geral.

Basicamente, atividades físicas e intelectuais são essenciais nessa jornada, como Destaca o Especialista Médico Neurocirurgião Dr Victor Barboza que atua na Clínica Neurológica SP.

Progressão e os Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson

“São atividades que não vão modificar a doença, mas vão amenizar os sintomas.

O paciente deve lutar contra a evolução do Parkinson mantendo bons hábitos e criando outros novos”, afirma o Neurocirurgião SP.

A Musculação, por exemplo, pode até vir a substituir a fisioterapia de marcha e equilíbrio, muito recomendada aos pacientes.

“Precisa ser uma musculação direcionada, específica para o paciente, que tem rigidez muscular, que é mais lento.

É preciso acompanhamento de um profissional que conheça a doença”, explica médico Neurocirurgião.

Manter a mente ativa é outra regra importante.

Hábitos Ajudam a Quem tem o Doença de Parkinson

“Ler, cantar, pintar, escrever e fazer outras atividades intelectuais é algo fundamental.

A progressão do Parkinson prejudica o raciocínio do paciente, além de afetar na parte emocional dele.

Muitos chegam a Sofrer com a Depressão, e essas atividades socializam, trazem bem-estar”, cita o neurocirurgião.

Sem Prevenção da Doença

Com a tecnologia inovando cada dia mais e mais. É sabido também que a população está em fase de envelhecimento, temos hoje muito mais idosos do que antigamente. Sendo assim tem surgido mais casos da doença de Parkinson / mal de Parkinson em pessoas acima de 60 (sessenta) anos de idade.

E não há uma forma ou possibilidade de prevenção à Doença.

Por isso, os médicos trabalham para minimizar os sintomas que tanto abalam o cotidiano do paciente.

“Há muitas opções terapêuticas que tornam a doença menos incapacitante. O tratamento clínico bem feito, com as drogas certas, mais o acompanhamento multidisciplinar vão garantir essa qualidade de vida do paciente”, destaca o Neurologista em SP.

Até a mesmo a alimentação diária, pois bem a dieta certa evita maiores Desgastes.

Dieta para quem Tem a Doença de Parkinson ou Mal de Parkinson por Neurologista Dr Willian Rezende

“O paciente de Parkinson tem um sistema digestivo mais lento. Por isso, muitas vezes, precisa de suplementação vitamínica e de adequar a dieta, os tipos de alimentos, com a hora da medicação, por exemplo”, diz o especialista Neurologista em Doença de Parkinson.

  • Fazer Musculação
    • A Atividade trabalha a musculatura essencial para o paciente, garantindo equilíbrio e postura e prevenindo quedas.
  • Caminhar
    • Feita diariamente, a caminhada ajuda a amenizar dores e trabalha o equilíbrio do paciente.
  • Cantar
    • Ajuda na parte vocal, tão afetada no paciente, além do benefício emocional.
  • Tocar um Instrumento Musical
    • É bom porque exercita a coordenação motora do paciente e relaxa.
  • Ler, Escrever
    • Manter a atividade intelectual é fundamental para treinar o raciocínio e melhorar o humor.

Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson

Dia 11/04,

Saiba mais sobre a Doença de Parkinson

  • Sintomas
    • É uma doença neurológica, que afeta os movimentos da pessoa. Causa tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio além de alterações na fala e na escrita.
  • Intelecto
  • Quem afeta
    • Sem forma de prevenção, a doença pode afetar qualquer pessoa, independentemente de sexo, raça, cor ou classe social. A grande maioria tem os primeiros sintomas geralmente a partir dos 50 anos de idade. Mas pode também acontecer nas idades mais jovens, embora os casos sejam mais raros
  • Tratamento
  • Opções
    • Há drogas cada vez mais acessíveis aos pacientes, as principais delas estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Cirurgia:
    • Entre as mais eficientes está a que faz estimulação cerebral profunda capaz de reduzir os principais sintomas que afetam a qualidade de vida do paciente
  • Multidisciplinar
    • Um Tratamento de sucesso envolve diversos profissionais desde:
      • Neurologista,
      • Fonoaudiólogo,
      • Fisioterapeuta,
      • Terapeuta Ocupacional,
      • Nutricionista,
      • Psicólogo,
      • Educador Físico

Fonte: Associação Brasil Parkinson

  • Yum